Categorias: , ,
Postado por Personal Bebê 6 comentários

|Blogueira Amiga| ~ Beatriz Zogaib do Blog Mãe da cabeça aos pés!!!

Hj no nosso Blogueira Amiga quem conta um pouquinho da sua história é a Bia, do Blog Mãe da Cabeça aos pés.
A Bia além de mãe é jornalista e sua linguagem escrita "fisga" a gente de uma maneira muito particular, eu adoooro!
E tenho certeza de que quem não conhece vai adorar tb!


Mãe sempre tem razão...
Você deveria escrever um blog. Era o que minha mãe dizia muito antes de eu engravidar. E o que não parou de dizer mesmo quando eu estava mergulhada na maternidade em tempo integral. Ela sabia da minha paixão pela escrita, e do quanto eu havia apenas adiado a realização profissional. Explico: quando engravidei havia acabado de sair de um emprego bacana e engatado na vida de jornalista freelancer. Fazia planos. Muitos. Depois de parir meus objetivos mudaram completamente. Minha realização? Bem, ela estava mamando em mim!
Entre fraldas, sutiãs de amamentação e noites mal dormidas era complicado pensar em outra coisa que não fosse cuidar do bebê, e dormir. Eu me perguntava sobre o que eu poderia escrever e complementava logo o raciocínio pensando que eu não era especialista em nada. Mal sabia que blogs maternos existiam; ainda não havia ocorrido o boom das mães na web.
No final de 2010, quando Léo tinha um ano e oito meses (e finalmente me dava um tempinho à noite) comecei a blogar - em meio a uma avalanche de mães online. Sem volta queridas! Porque isso vicia! Libera endorfina? Provavelmente. E por que não comecei antes? Eu sei, eu sei. Nunca tive babá, Léo tinha cólicas horríveis até cinco meses e só foi dormir a noite toda com 18 meses! E eu ainda me perguntava o que iria fazer com ‘aquilo’chamado blog. Hã?
Hobby, profissão dos sonhos, terapia virtual em grupo – sei lá. Parei pra pensar no tanto que eu conversava sobre filho, chupeta, amamentação, desfralde – e não tive mais dúvidas! Sim, eu podia escrever sobre isso. Contar o que escutava de outras mães, falar da minha rotina, compartilhar informações através da troca de experiências. Não era preciso ser especialista em nada para escrever sobre maternidade. Sou mãe, e isso basta. Minha mãe tinha razão, afinal mãe conhece filho. Mas, cá entre nós, mãe também conhece mãe! Além das inúmeras descobertas inspiradoras com meu filho, é isso que me motiva a escrever sobre a maternidade – da cabeça aos pés!

6 Comentários
Comentários
  1. Adorei!
    É uma fase em que queremos mesmo colocar tudo o que estamos vivendo para fora!
    Muitos blogs nascem assim... e como é bom acompanhar cada história!
    beijos
    Lele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com ceretza Lele! Esse merguho de cabeça na maternidade nos faz querer dividir esse momento com o mundo inteiro! bjs

      Excluir
  2. Adorei o post da Bia. Isso aqui vicia mesmo. Também acho que libera endorfina.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu criei meu blog ano passado durante esse tempo já pensei em acabar com ele algumas vezes, resolvi continuar e essa troca é muito boa, conhecer outras mães, outras histórias e vê que vc não está sozinha.
    Bjs
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  4. Silma querida! Vontade de largar de lado dá e passa... Essa troca é essencial!
    Beijos e não desanima viu?!

    ResponderExcluir